Casa de cinema: “Curtindo a vida adoidado”

127_s

Um dos cenários do emblemático Curtindo a Vida Adoidado (1986) pode virar a residência de qualquer fã do filme. De acordo com o portal de notícias norte-americano Huffington Post, a casa de Cameron Frye foi colocada à venda por US$ 1,5 milhão. A morada do melhor amigo de Ferris Bueller está localizada em Highland Park, no estado de Illinoi, nos Estados Unidos.

curtindo

 

CasaCameron03 casa-famosas-a-venda-Curtindo-a-vida-adoidado

Construída em 1953, a mansão foi toda projetada em aço e vidro. São quatro quartos, quatro banheiros e o entorno é cercado por árvores num terreno de 5,3 mil m². Com sorte, o novo morador pode encontrar uma Ferrari vermelha no pátio dos fundos como no filme. Quem sabe?

Fonte: G1

 

Sinais do Tempo

tn_620_600_estacao_1805treze

A antiga Estação Ferroviária. Hoje é o Shopping Estação

As histórias dos três shopping centers – Mueller, Curitiba e Estação – são tema do documentário Curityba – Sinais do Tempo, da diretora e roteirista June Meireles. A ideia da baiana, que vive em Curitiba há mais de 10 anos, é manter viva a história dos espaços na cidade. “Muita gente não sabe ao certo o que foram cada um dos espaços. A memória da população está falhando”, relata para a Gazeta do Povo.
O documentário mostra que, nos Estados Unidos, os shoppings nasceram como alternativa comercial para moradores de regiões distantes dos centros das cidades. “Mas no Brasil isso não ocorre. Os três prédios históricos de Curitiba que hoje são shoppings estão situados no Centro”, ressalta a arquiteta Yumi Yamawaki, que participa do documentário.

Bem que poderia ter um filme assim sobre os prédios históricos de Porto Alegre, né?

Jardim vertical e perfumado

Poluição sonora, visual, estresse, cheiros que definitivamente não são um mar de rosas. A vida urbana é cool, mas pode cansar. Para escapar um pouco dessa rotina frenética de cidade grande, uma família lisboeta reformou sua casa em busca de um contato mais intenso com a natureza, mostrando que não é preciso investir em terrenos grandes para ter uma área verde bacana.

01

A casa, com três andares e um terraço, foi coberta externamente pela flora. O charmoso jardim vertical possui 100 m² e 4.500 plantas, de 25 espécies diferentes, todas naturais das regiões ibéricas e mediterrâneas. A ideia ecologicamente correta surgiu de um esforço conjunto dos profissionais locais Luís Rebelo de Andrade, Tiago Rebelo de Andrade e Manuel Cachão Tojal.

02

03

“Queríamos que a casa parecesse uma árvore”. Por isso, a construção tem como acabamento no térreo a madeira e o verde acima. O projeto paisagístico é da Adn-Garden Design, que garante que não será complicado fazer a manutenção do jardim vertical.

04

E umas das características mais legais: a casa oferece perfumes variados. Da piscina, sente-se cheiro de açafrão, no quarto chega o frescor da lavanda e na sala de estar mergulha-se em perfumado alecrim.

Fonte: Casa Vogue

Casa em 3D

Já pensou como seria bom não ter que esperar meses para ver a sua casa nova ficar pronta? Com a Contour Crafting, uma impressora 3D gigante, isso já é possível. A invenção é de Behrokh Khosnevis, professor da University of Sourthern California, que mostrou que é possível imprimir em 3D uma casa de 230 m³ em menos de um dia.

01

O processo de impressão é o mesmo de peças pequenas em 3D, feito de camada em camada. Os muros e paredes são desenvolvidos com camadas de concreto, mas o mais incrível é que a máquina pode ser programada para pintar paredes, adicionar telhas, pisos, encanamento e fiação elétrica.

02

Fonte: Hypeness

Colados no teto

Já pensou como seria um quarto suspenso no teto? Parece loucura, mas essa é a solução que os arquitetos Emmanuel Combarel e Dominique Marrec encontraram para ajudar um casal francês que sofria com o reduzido espaço do seu loft.

01

O quarto do casal foi projetado como um grande cubo, feito de concreto e de madeira. Para não interferir na movimentação da sala de estar, os arquitetos criaram um desnível no apartamento. O cômodo suspenso deu um ar moderno e estiloso ao loft e serviu, ainda, para organizar melhor o apartamento, separando a sala, da cozinha e do banheiro.

02 03

Fontes: Hypeness e Revista Mobly

Sem gravidade

Em Londres, o artista argentino Leandro Erlich transformou uma casa que estava abandonada desde a Segunda Guerra Mundial em uma instalação no mínimo curiosa. Os visitantes são convidados a andar por uma fachada horizontal enquanto enxergam seus reflexos capturados por um gigante espelho posicionado em um ângulo de 45 graus.

E o resultado? Quando se olham no espelho, eles têm a impressão de que estão suspensos. É a experiência de viver sem gravidade.

londres

O projeto é patrocinado pela Barbican e tem por objetivo revelar potencialidades em áreas públicas que se encontram em desuso em Londres, estimulando, assim, o acesso da população a esses locais e uma melhor qualidade de vida para quem vive aos arredores.

Casa aberta

Rodrigo Ladeira criou um site que, certamente, ajudará muita gente jovem que está montando seu primeiro “lar doce lar”. O Casa Aberta (www.casaaberta.net) reúne referências bem bacanas de gente que abre suas portas para mostrar de que forma conseguiu encontrar soluções interessantes e econômicas para casas, escritórios, lojas ou restaurantes.

Inspire-se:

01 02 03 04 05 06

Protótipo do Centre Pompidou à venda

A casa desenhada pelos arquitetos Richard e Su Rogers, no final dos anos 1960, está à venda. Essa é uma das mais importantes obras privadas de sua época. Para Ed Vaizey, ministro da Cultura britânico, é um dos tesouros nacionais. Não à toa, o bem está avaliado em £ 3,2 milhões, que correspondem a mais de R$ 11 milhões.

01 02 03

A construção tem, visivelmente, a influência de Mies van der Rohe, Richard Neutra e do casal Eames, mas com algo de especial: a característica de Rogers.

05 06 07

Richard Rogers chegou a afirmar que a casa foi o protótipo para a criação de suas grandes obras, como o Centre Pompidou em Paris, o edifício Lloyds e o terminal 5 do aeroporto Heathrow, ambos em Londres.

08 09

Fonte: Casa Vogue

 

Bairro Quartier é apresentado em Porto Alegre

A Joal Teitelbaum Escritório de Engenharia e a Guapo Capital Group, empresas responsáveis pelo planejamento e urbanização do bairro Quartier – vida em evolução, receberam na terça-feira (30.07) autoridades, imprensa e empresários, no Hotel Sheraton, em Porto Alegre, para detalhar a proposta inédita a ser realizada pelas corporações em Pelotas (RS), a 270 quilômetros de Porto Alegre. Juntamente com os empresários Dr. Joal Teitelbaum, Jader Teitelbaum, Claudio Teitelbaum, Flavio Teitelbaum, Nelson Proença e Fernando Spadari, houve explanação sobre o megaprojeto pelo arquiteto Jaime Lerner, pelo  prefeito de Pelotas, Eduardo Leite, e pelo diretor-técnico do Green Building Council Brasil, Marcos Casado.

A proposta inovadora de um bairro sustentável e voltado, acima de tudo, ao bem-estar dos cidadãos e a um modelo sustentável é baseada nos conceitos do Novo Urbanismo, paradigma seguido pelo projetos desenvolvido pelo escritório Jaime Lerner Arquitetos Associados. Lerner explicitou suas críticas ao modelo tradicional de cidade, no qual está baseada a maior parte das urbes brasileiras, como a polarização marcante entre os locais de moradia de pobres e ricos, a dependência do automóvel para tarefas diárias, a falta de espaços para convivência e de usos compartilhados e a construção de condomínios isolados e gradeados àqueles com maior poder aquisitivo. “A cidade é a grande invenção do homem. Esse projeto integra o que a cidade deve ser. Quanto mais mistura, mais humana a cidade pode ser”, explica o arquiteto.  Para Lerner, as cidades atuais sofrem, sobretudo, de três problemas comuns: mobilidade urbana, falta de sustentabilidade e de convivência, aspectos priorizados e com soluções contempladas no  futuro bairro Quartier.

Nelson Proença, bem como Jaime Lerner, comentou que parceria com a Joal Teitelbaum Escritório de Engenharia deu-se, sobretudo, pela tradicional valorização da empresa à realização de projetos cuja marca é a sustentabilidade com excelência.  “A Guapo Capital Group estava com proposta de desenvolver um projeto em Pelotas por acreditarmos que a cidade é a locomotiva do desenvolvimento da Região Sul. E, assim, nos associamos com o escritório que é a maior referência em sustentabilidade na área de construção civil do Rio Grande do Sul, a Joal Teitelbaum”.  O empresário destacou, ainda, acreditar que o bairro Quartier – vida em evolução – seja dos maiores projetos já realizado na metade Sul do estado.

Para os empresários que apostam no sucesso e na importância de seguir um modelo de desenvolvimento urbano sustentável, o projeto pretende ser um marco não só para a região, mas para o Brasil.  Visionário, Dr. Joal Teitelbaum parafraseou Peter Drucker, filósofo e “pai” da administração moderna.  “A melhor forma de prever o futuro é construí-lo”, preconizou. O empresário destacou que participar da construção do Quartier é o coroamento da Joal Teitelbaum Escritório de Engenharia, quando a empresa passa de meio século de atividade.  A Joal Teitelbaum é membro do US Green Bulding Council e do US Green Building Council Brasil desde 2007, quando o Conselho contava com apenas oito projetos na área. Hoje, são mais de 750, conforme relatou Marcos Casado diretor-técnico da entidade. “Fico feliz, pois este é um projeto a favor da cidade e o será ainda mais porque em seu desenvolvimento avançaremos nesse sentido”.

O apoio da administração pública de Pelotas e a preocupação do atual prefeito, Eduardo Leite, e sua equipe com temas de sustentabilidade também foram fatores que impulsionaram a proposta de execução do bairro Quartier naquela localidade geográfica do Rio Grande do Sul. “Não podemos mais permitir que exista esse modelo de vida indoor, como defino. Esse projeto vem ao encontro do conceito que estamos desenvolvendo na cidade, como a integração de diferentes modais de transporte coletivo e limpo, como o investimento em ciclovias e o compartilhamento do espaço público”. Eduardo Leite ressaltou acreditar que o projeto Quartier possa influenciar na mentalidade da região.

Os três fundamentos-base do futuro bairro Quartier – vida em evolução apresentados por Claudio Teitelbaum no evento deixam claro a sustentabilidade do projeto: Green, Lifestyle e Smart. Green porque o projeto encontra soluções urbanas sustentáveis, como preservação ambiental, baixa emissão de carbono, gestão de energia, água e resíduos, entre outras. Lifestyle marca uma proposta diferenciada de integração entre pedestres e a vida de bairro, num movimento de gentileza urbana.  Já o conceito  Smart faz referência à promoção do bem-estar e da qualidade de vida de seus moradores num espaço que promoverá facilidades ao dia a dia de seus moradores e freqüentadores.

O uso compartilhado da área entre prédios comerciais, residenciais e de serviços, que promovem o senso de comunidade será marca do Quartier vida em evolução. O Boulevard Quartier,  um grande passeio verde central com mais de 30 metros de largura e 400 metros de extensão, será  a artéria central do bairro com e espaços de convivência, playgrounds, fitness ao ar livre circundado por edifícios residenciais com comércio de conveniência no térreo. Nos extremos do Boulevard Quartier estão dois exemplos de acupunturas urbanas: o Palco Quartier, espaço para intervenções culturais ao ar livre junto a uma grande arquibancada verde, e a Praça do Fogo, espaço de convivência e contemplação.

O Parque Quartier, com seus mais de 10 hectares de área verde e de preservação é um presente do bairro à cidade. Com lagos e piers, trilhas para caminhada, quadras poliesportivas e complexo de lazer público, o novo Parque será desfrutado por toda a população. Um mirante, situado no local, junto ao Boulevard Quartier, oferece vista privilegiada de todo o bairro e suas áreas adjacentes. Na entrada do bairro Quartier, na rua João Jacob Bainy, estão previstas as construções de  uma torre comercial, um hipermercado e um hotel de categoria internacional. A infraestrutura do bairro é outro grande diferencial, com wi-fi em diversas áreas públicas, mobiliário urbano e equipamentos projetados na proporção humana, instalações elétricas subterrâneas nas principais vias, calçamento em bloquetes e vias sem desnível entre calçada, ciclovia e via de automóveis, além de um completo projeto de segurança planejada.

O bairro ocupará uma área de 30 hectares e tem projeção de construção de três mil unidades destinadas a cerca de nove mil pessoas ou cerca de 400 mil metros quadrados de área construída num plano sustentável que contará com a parceria de incorporadoras e construtoras locais e de todo o país. A previsão do início das obras é para 2014 e o término em 2017. O Quartier já nasce atendendo as diretrizes de um dos mais importantes selos de urbanismo e sustentabilidade, o LEED for Neighborhood Development. O LEED-ND® é uma certificação chancelada pelo US Green BuildingCouncil para projetos capazes de impactar positivamente suas regiões e Quartier está sendo projetado de acordo com diversos critérios da Certificação. “O projeto encanta pela simplicidade, redução do consumo e por evitar o desperdício. Acreditamos que o bairro Quartier vai possibilitar um custo final de empreendimento mais competitivo. Em 25 anos ele deve promover a economia de dez por cento do consumo de energia”, exemplifica Dr. Joal Teitelbaum.

Pelotas – RS
A cidade de Pelotas tem a terceira maior população do Rio Grande do Sul e é a quarta cidade em potencial de consumo. Com o desenvolvimento do Polo Naval de Rio Grande e a injeção de investimentos devido a atividade, há grande potencial de crescimento e consumo na região. Consequentemente, o mercado imobiliário da região de Pelotas e Rio Grande cresce exponencialmente. Estudos apontam que nos próximos anos a cidade de Pelotas deverá absorver, como residentes, parte da mão de obra do novo Polo Naval, sobretudo profissionais das classes média e alta.

Perfil das empresas responsáveis pelo planejamento e urbanização

A JOAL TEITELBAUM Escritório de Engenharia foi fundado em 1961 e, desde então, atua no gerenciamento e administração de empreendimentos residenciais e comerciais, fundamentado nos pilares da gestão da qualidade, sustentabilidade e da inovação. Possui também unidades de negócio nas áreas de planejamento e desenvolvimento urbano, consultoria em sistemas de gestão e gerenciamento de obras para terceiros. Em 2003, de forma inédita no setor da construção civil, conquistou o Prêmio Nacional da Qualidade, entregue pela Fundação Nacional da Qualidade, o que a caracteriza como empresa de Classe Mundial. Desde 2007 é membro do US Green Building Council e do Green Building Council Brasil, possuindo emblemáticas obras de engenharia que atendem aos requisitos de sustentabilidade e da Certificação LEED®.

Trabalhando também com organizações, corporações e grupos de investimento, a JOAL TEITELBAUM desenvolve empreendimentos privados e corporativos sempre focados no retorno sobre o capital investido, buscando sempre as melhores alternativas para a expansão de empresas e construção de novas unidades de negócios.

Guapo Capital Group fundo de venture equity no Sul do País focado em processos de funding de empresas e M&A. Fundada por Nelson Proença e Fernando Spadari é investidora em diversas empresas no Brasil e exterior aportando knowhow e capital proporcionando crescimento sustentável e relevante nos mercados em que se propõe a atuar.

2Day na Melonzine

A diretora da 2Day, Patrícia Longhi, mostra seu objeto de decoração preferido na Melonzine, publicação da Melon 3D. O vaso, xodó de Patrícia, veio de Nova York e, há muitos anos, é protagonista na casa.

Confira na página 3: